Meio Ambiente

A equipe do Guardiões do Cerrado, em parceria com a Prefeitura Municipal de Campo Limpo de Goiás, realizou esta semana a orientação dos moradores rurais, a respeito de temas ambientais. A ação tem por objetivo a promoção da integração da comunidade a respeito da importância do meio ambiente, e de práticas de preservação. Os Guardiões estão atuando em uma operação, que tem foco principal na informação e na educação.
Nesta fase informativa, algumas propriedades rurais foram visitadas e funcionários e proprietários receberam informações verbais, e demonstrações práticas, como a ação de combate a incêndio.
Os Guardiões do Cerrado buscam cuidar do reflorestamento do Cerrado e preservação ambiental. Dentre as ações a importância da prevenção de queimadas, ainda mais no início do período de estiagem. Outro ponto abordado foi a separação de resíduos, e a reciclagem do lixo orgânico que pode estar relacionada com o processo de compostagem e geração de adubo orgânico.
Por fim vale destacar que, a educação ambiental é fundamental para que a conscientização das pessoas sobre sustentabilidade e a importância de construir um futuro mais limpo para as próximas gerações e a Prefeitura está empenhada em mais este projeto de melhoria para a cidade.


Michel Lacerda – Secretário do Meio Ambiente

Meio Ambiente

Estrutura

Secretária Municipal: Michel Otaniel Lacerda

Departamento de Parques e Jardins:

Divisão de Educação Ambiental e Desenvolvimento Comunitário:

ATRIBUIÇÕES DA SECRETARIA

a) promover a articulação e a integração de ações de defesa do meio ambiente dos órgãos da administração municipal e demais esferas federativas;

b) promover estudos, normas e padrões de planejamento ambiental;

c) formular e propor alterações e normas quanto a estudos de Impacto Ambiental – EIA, Relatórios de Impacto Ambiental – RIMA e Estudos de Impacto de Vizinhança – RIVE;

d) estabelecer os termos de referência dos aspectos ambientais para os planos, programas e projetos de outras áreas da administração municipal;

e) executar o licenciamento ambiental de empreendimentos em geral a serem instalados ou existentes, no âmbito de competência do Município;

f) planejar, coordenar, implementar e fiscalizar o uso de vias públicas, espaço aéreo e do subsolo para implantação e passagem de equipamentos urbanos.